sábado, 2 de janeiro de 2010

EDITORIAL - EM PRIMEIRA PESSOA

Na verdade, este blogue é um editorial da mente de seu responsável. Em momento algum está escondido que tudo o que está postado aqui é, além de uma resistência à grande mídia, a visão de mundo deste que vos escreve.

Até então, acredito que o único artigo que escrevi em primeira pessoa foi "LEGISLAI-VOS EM CAUSA PRÓPRIA, AMÉM!". Pois bem, hoje o farei novamente para comentar as asneiras ditas pelo Boris Casoy no Jornal da Band . Aproveitarei também para expressar as minhas razões de quase total rompimento com a TV Bandeirantes enquanto dublê de jornalista esportivo, por onde, inclusive, começo a minha abordagem.

No final dos anos 80 e começo dos 90, a Bandeirantes fazia por merecer o slogan por si criado: "o canal do esporte". Sem entrar no mérito da questão da grande mídia, principal função deste blogue, é preciso reconhecer que a Band tinha uma equipe de jornalismo esportivo eficiente, a melhor da TV aberta brasileira. Enquanto a Globo, emissora golpista de 1964, apenas tinha o trunfo das melhores imagens e os comentários de Reginaldo Leme na F-1, a Band tinha narradores, repórteres, comentaristas e apresentadores muito melhores que de qualquer emissora aberta. Hoje, é uma merda.

Eu sou, de certa forma, caipira. Nasci, fui criado e vivo no interior de MG, na divisa com o estado de SP. Mas o espetáculo caipira de debates com erres carregados de Neto (que só sabia bater falta e escanteio) e Milton Neves (o vendedor de café que queria ser apresentador de TV) após os jogos do campeonato brasileiro ninguém merece. Um mais imbecil do que o outro competindo quem mais enche o saco. Não bastasse isso, temos o Godoy correndo por fora e o Dr. Osmar com sua imbecil visão de que tudo gira em torno do Corinthians quando se trata de esporte.

Mas ainda é pouco. Ontem, no Jornal da Band, o infelizmente famoso apresentador Boris Casoy, que na época da ditadura militar era membro do CCC (Comando de Caça aos Comunistas), proferiu as seguintes palavras após dois profissionais da limpeza pública desejarem feliz ano novo através das câmeras da emissora: "que merda, dois lixeiros desejando felicidades, do alto de suas vassouras. Dois lixeiros. O mais baixo da escala de trabalho".

Acredito que muitos dos que me acompanham somente no Além da Grande Mídia não sabem que eu sou comentarista esportivo de um programa de esportes de uma TV local no referente a assuntos automobilísticos. Mais resumidamente, F-1 e F-Indy. E para o outro blogue que eu tenho, o
Na Reta Oposta, cubro também a F-Truck e a emissora aberta que transmite essas duas últimas categorias é a Band.

Portanto, por questões de modo pessoal de fazer jornalismo, não terei como abandonar de vez a Band, que se fosse uma emissora séria, já teria demitido o Boris Casoy imediatamente. Mas tudo não passou de um pedido de desculpas formal curto e grosso para cumprir protocolo.
Algo totalmente previsível e robótico, conforme me acaba de dizer um amigo por MSN. Ou os leitores e leitoras acham que alguém que foi integrante do CCC está realmente arrependido do que disse, haja vista o teor das palavras?

Que fique bem claro que só fico com as transmissões automobilísticas pelas razões já expostas, apesar disso dizer respeito a mim e mais ninguém. Aliás, a exemplo da F-1 na Globo, a F-Indy também não é levada a sério na Band, com VTs sonolentos com cara de resumão das provas que a emissora se recusa a transmitir ao vivo. Lamentável. Mas não há outra opção, afinal, tais competições não são transmitidas em outros canais da TV aberta, a qual tenho acesso.

Lucas Rafael Chianello, além da grande mídia.

4 comentários:

  1. Perfeito Lucas. Gostei da sua postura. Não tinha visto o vídeo, mas também não esperava nada diferente do Boris Casoy. Abraço fraterno.

    ResponderExcluir
  2. Duvido que o Boris Casoy tenha dito isso...

    ResponderExcluir
  3. Paulo Renato Alves Oliveira20 de janeiro de 2010 13:32

    Prezado Prof. Yuri Almeida:

    É muito simples acabar com a sua dúvida. Afinal, o Boris Casoy disse isso sim, e AO VIVO.

    Basta acessar: http://www.youtube.com/watch?v=jrysfhKMPC8

    ISTO É UMA VERGONHA !

    ResponderExcluir
  4. Yuri

    Além do relevante comentário do Paulo Renato, observe que no texto você pode acessar o link. A menos que você esteja sendo irônico.

    ResponderExcluir

Instruções para comentários:

1 - serão removidos pelo moderador aqueles que não estiverem relacionados com o conteúdo da postagem e/ ou conter palavras de baixo calão ou inapropriadas;

2 - para publicar seu comentário, você pode fazê-lo usando sua conta do google. CASO NÃO TIVER A CONTA DO GOOGLE OU PREFERIR NÃO USÁ-LA, escolha a opção Nome/URL e deixe a opção URL em branco que não haverá nenhum problema.