segunda-feira, 11 de junho de 2012

HASTA SIEMPRE, TEÓFILO

Hoje, Cuba e o mundo perderam um grande exemplo de desportividade humana e revolucionária. Dono da incrível marca de 301 vitórias ao longo de 321 combates em toda sua carreira, Teófilo Stevenson morreu hoje em Havana, aos 60 anos, vítima de um infarto.

Tricampeão olímpico em 1972 - Munique, 1976 - Montreal e 1980 - Moscou, Teófilo deixou sua marca revolucionária na década de 80 quando se recusou a lutar nos EUA e proferiu a célebre frase: "O que é um milhão de dólares em comparação ao amor de oito milhões de cubanos?".

As palavras de Fidel Castro não deixam qualquer dúvida sobre o melhor boxeador olímpico de todos os tempos: "Teófilo Stevenson merece o reconhecimento do povo cubano pelo seu êxito desportivo oriundo de sua disciplina, de sua dedicação ao esporte, de seu valor, de sua moral. (...) Cremos que ele deixou um exemplo ainda mais valioso que isso no instante em que lhe ofereceram a possibilidade de ganhar um milhão de dólares. Este jovem, filho de uma humilde família e humilde trabalhador oriental, disse que não trocava seu povo por todos os dólares do mundo".

Por nocaute nos exploradores, hasta la victoria siempre, Teófilo Stevenson!



Lucas Rafael Chianello, além da grande mídia.